terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Fragmentos



cacos
de vidro

perdi a mente
mentira

insanidades assumidas
vida

invento palavras
cruzadas

a noite sem fim
finda

a história sem volta
ida

palavras cruzadas
perdidas

procura-se um poema
perdido

e o seu poeta
ido

sem rima,
sem pose,
sem dose

procura-se um poeta
de vidro