terça-feira, 26 de maio de 2009

Amor tadela




Acordo no meio da noite
Com uma baita vontade de escrever

É insônia
Ou apenas a fome
com outro nome?

sábado, 23 de maio de 2009

Tristeza, por favor vá embora...




Primeiro num samba
Depois noutro
Mais um

Então num bolero
Noutro
E mais outro bolero

Por fim, numa crônica
Diária, mundana, banal
Numa crônica, enfim

Insistentemente a vida
Quer me mostrar
Que a minha tristeza
Tristemente
Nem tão original
Nem tão exclusiva
Nem tão triste
É...



sábado, 16 de maio de 2009

Voos circulares




Caminhos aéreos

Tão longas jornadas, tão grandes perguntas

De onde a águia enxerga

Vê a vila e sua vida

Vida circular

Voadora

Vida vila

De onde a águia enxerga

Vê a vida e suas vilas

Quantos caminhos voar até a chegada?

A resposta da águia é o voo

Voar é circular como a vida e a vida


quinta-feira, 14 de maio de 2009

Paulistana*



Alturas paulistanas
Tão puras
Paulistanas alturas

Reflexos paulistanos
Tão complexos
Paulistanos reflexos

* Paulistana é quem ou o que nasceu ou é natural da cidade de São Paulo – entre outras simbologias



segunda-feira, 11 de maio de 2009

Piatã *


Pedra firme, rocha, seixo, pedra dura
Piatã
Finca a esperança onde eu a deixo pura

No princípio e no fim
Onde as pedras se encontram
Encontrei a mim



*Piatã significa pedra firme


domingo, 10 de maio de 2009

Cavalo marinho




Feito São Jorge sem dragão

Montei um cavalo marinho

E abri um sonho só para mim...