segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Azuis (ao dia das crianças)





tem uma lua no céu
e no céu que eu desenho
tem também um sol

e no meu desenho
tem uma estrela no céu
onde tem uma lua
onde tem também um sol

e no meu desenho
de sol, lua e estrela
tem um pássaro voando,
um pequeno passarinho
voando entre a estrela,
o sol e a lua,
num céu de sonho,
um céu branco de nuvens azuis.



domingo, 11 de outubro de 2009

Cego





Os olhos brilhantes da cegueira
Brilham os olhos na escuridão
Brilham os olhos que não são

Os olhos brilhantes da cegueira
Brilham os olhos que não são
Guiados pelos dedos de outra mão

Os olhos brilhantes da cegueira
Brilham os olhos tocam as mãos
Guiam os dedos na escuridão

Os olhos brilhantes da cegueira
Guiam os olhos que brilho são
Pelos dedos os olhos da escuridão



Ponto de equilíbrio




Há uma poesia escondida no silêncio,

guardada onde apenas os puros de espírito conseguem chegar,

preservada no misterioso líquido

que penetra as fendas dos nossos espaços abertos

e nos preenche de sonhos

- como fazer da água, vinho

e, do vinho, leite...

Então nos descobrimos mensageiros

de uma simplicidade que em duas ou três palavras se explica:

eu amo você...

Mais que isso é desnecessário.

Menos, impossível.