quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Dos dias



Um dia é uma marca na agenda
Dois dias, tempo para pensar
Seis dias para criar um mundo
No Sétimo, descansar
Dez dias parecem muito quando esperamos
Quinze de prazo parecem voar
Ontem falei com meu pai no céu
Que veio à Terra me ninar
Antes de ontem com meu avô Francisco
Sempre a me acolher e ensinar
Hoje talvez eu acerte
Depois de tanto errar
Para amanhã, apenas amanhã
Meu caminho retomar.

A bênção, meus dias de tanta luz.






Nenhum comentário: