sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Protagonista





às vezes
falta o sol pela manhã
às vezes
falta música
às vezes
falta o lençol dessarrumado
às vezes
falta o leite derramado
às vezes
falta o começo
às vezes
falta o meio
às vezes
falta o infinito
às vezes
falta uma razão
às vezes
falta a emoção
às vezes
falta um bom motivo
às vezes
falta a lágrima que fala
às vezes
falta o desaforo que cala
às vezes
falta apenas um pouco
às vezes
falta a força que cria
às vezes
falta o toque na pele
às vezes
falta massa molecular
às vezes
falta o sonho estelar
às vezes
falta o céu
às vezes
falta o chão
às vezes
falta o sim
às vezes
falta o não
às vezes
falta o papel de rascunho
às vezes
falta a tinta vermelha
às vezes
falta o sangue
às vezes
falta o leite
às vezes
falta o todo
às vezes
falta a parte
às vezes
falta a própria arte
às vezes
falta o artista
às vezes
falta a dor
às vezes
falta o protagonista...

2 comentários:

Phoenix disse...

a vida é uma série de indecisões,e "às vezes" e imprevistos..

beijinho :)*

Renata Diniz disse...

Na vida, muitos paradoxos, algumas decisões e mais decisões falsas. É sempre um prazer de conhecimento vir aqui. Abraços!