domingo, 23 de outubro de 2011

Queda



 
uma escada qualquer
um degrau de desejo
um degrau de arrogância
um degrau de egoísmo
um degrau de ambição
um degrau desonesto
um degrau incorreto
um degrau obscuro

o salto
no espaço
sem fim

trampolim

2 comentários:

Phoenix disse...

e essa parece a escada da condição humana...

beijo **

Renata Diniz disse...

Apesar de tudo isso, apesar dos imutáveis, vale a pena encontrar o nosso jeito de ser. Abraços!