quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Paulistânia




Olhos voltados para São Paulo.
Tem uma cidade que me amou.
Vejo a transformação nas calçadas.
Nas ruas de nomes tão próprios.
No cheiro azedo de domingo.
No pet shop que brotou onde era um bingo.
Na volta ao quarteirão.
Na subida da Consolação.
Grafites denunciam quase arte.
Cinza por toda parte.
Anchieta na parede, São Judas Tadeu no metrô.
Tubaína retrô para saciar minha sede de saudade.
De Liberdade. Saúde. Conceição. Barra Funda.
De tantas luas. De tantas lutas.
Imbecis turvam as águas plácidas do Ipiranga.
Imbecis traem o meu amor pela cidade.
Imbecis tentam apagar a memória da ladeira.
Eu gargalho da incompetência imbecil.
Essa é a minha luta. 
Da minha maneira. Meu amor juvenil.
Os imbecis? Vão à puta que os pariu...
Parabéns, São Paulo de Piratininga.
Parabéns, minha cidade.
É a parte linda da minha vida.


Nenhum comentário: