quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Corredor da morte




Ah, corredor da morte é este
que me leva às lembranças de você.
Para que tantas portas,
tantas léguas,
tantas tintas,
tanto verniz,
tanto silêncio?
Para que tanto vazio,
se o eco ido dos seus passos
morreu na porta do elevador?


Nenhum comentário: