segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

livre



a poesia é uma filha
igual às minhas filhas
nasce cresce vive
e solta-se pelo mundo

a poesia é um rebento
que insiste na liberdade

Nenhum comentário: