terça-feira, 6 de maio de 2014

Cenários



Cenários não sentem.
É triste, é real.
Cenários são frios.
Vestem personagens como os despem.
Criam e destroem estradas.
Salas. Gabinetes. Alcovas.
Cenários são tintas.
Desenham sonhos.
Confundem olhos.
Iludem e enganam.
Cenários não vivem.

Como alguns homens.

Nenhum comentário: