quarta-feira, 28 de maio de 2014

Das horas ímpares



Mandala das horas, esse relógio canhoto.
Maroto.
Dono das mais ímpares horas.
Do ponteiro anti-horário.
Dos momentos anteriores.
Dos truques.
Dos blefes.
Dos bifes à milanesa.
Da teresa na janela.
Dos cucos desafinados.
Do despertador.
Do despertador.
Do despertador.
Dos sinos em repiques.
Dos mais pontuais chiliques.
Da ampulheta quebrada.
Da mais triste demora.
Maroto.
Dono das horas sem hora.


Nenhum comentário: