sábado, 14 de março de 2015

Da fotografia sem memória



Havia um olhar & era uma câmera.
Os dias em branco&preto.
Um cenário sem ensaio & um improviso.
Praticáveis nus & cortinas imaginárias.
Uma história & nenhuma moral.
A fotografia sem memória & um poeta esquecido.
Um ponto final & outro & outro.
Resiliência & reticências.

Nenhum comentário: