segunda-feira, 30 de março de 2015

Da vi(n)da



A vida vinha vindo.
A vida não veio.
O destino tem atalhos.
Faz do tempo, brinquedo.
Da espera, pacto.
Do parto, partida.
A vida não veio. E foi.
Para onde vai a vida,
quando a vida
-- simplesmente --
não vem.
O destino tem atalhos.
Faz do medo, brinquedo.
Da ausência, pacto.
Do porto, partida.
Caminho de volta à volta da vida.

Nenhum comentário: