segunda-feira, 16 de março de 2015

Outras noites



Numas noites havia medo.
Em outras, sonhos.
Havia noites com frio.
Outras, amantes.
Numas noites, lembranças.
Outras eram poesia.
Noites sem brilho, as havia.
Outras brincavam de estrelas.
Numas noites há o presente.
Outras passam...

Nenhum comentário: