domingo, 23 de agosto de 2015

Do equilíbrio



Pode ser uma balança,
a verdade num prato, 
noutro lado a mentira.
Felicidade e aprendizado.
O erro ensina.
O acerto confirma.
A vida acaba.
A morte recomeça.
Há créditos e débitos.
Crenças e descrenças.
Alegria. Tristeza.
Ausência. Presença.
Presença. Saudade.
Onde era junto, separado.
Quando foi urbano, antes rural.
O Bem, o Mal.
A fêmea e o macho.
O adulto e a criança.
Os polos. Os extremos. Os medos.
A coragem de reconhecer o outro.
Lado a lado, tão diferentes.
Em equilíbrio.



Nenhum comentário: