sábado, 26 de setembro de 2015

Em caso de incêndio quebre as regras



Em caso de incêndio quebre as regras.
Em caso de amor também.
Posto que amar é queimar desregradamente.
É correr riscos e ainda sorrir.
É deixar-se levar pela combustão instantânea.
Exagerar nos adjetivos, advérbios, carregar nas tintas.
Fazer-se um entre todos e nem por isso.
Deixar a gramática e a estética em paz.
Passar da hora, abrir mão, conceder.
E nesse vem e vai de tortas ruas,
trilhas ferventes nada retilíneas 
e retas sem fim de estradas nuas,
intensa e suavemente percorrer.
Que a nudez e o fogo são essências.
E que a letra traz o alerta do querer.
Em caso de incêndio quebre  regras.


Nenhum comentário: