domingo, 13 de setembro de 2015

Freud-me



Explica minhas estranhezas.
Transforma as estreitas mágoas.
Comunga meus delírios.
Expande meus advérbios.
Brinca com meus dedos e me aponta.
Desponta minhas estrelas.
Faz de novo o novo.
Renova-me.
Defende-me.
Destina-me ao destino.
Toca meu sino.
Canta meu hino.
Transforma-me de mim em si.


Nenhum comentário: