quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Da rapina


Como são bem feitas as unhas das aves de rapina.
Um esmalte polido e um sorriso contundente
ensaiam uma nobreza provisória.
A sedução vai além do voo .
Desfilam plumas com elegância emprestada.
Destilam agilidade na manipulação das presas.
As alturas lhes ofuscam os olhos.
A arrogância lhes cai bem.
A queda, nem tanto...


Nenhum comentário: