quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Véu



Não, não é o véu que te esconde
dos olhos e do desejo e da gula
pela própria gula.
Não, não é o véu que te guarda
das impurezas e das mais puras
e vazias intenções.
Não, não é o véu que te maquia
de sedas e de verdades
translúcidas.

O véu te faz a noiva que não vem.
Nem virá.



Nenhum comentário: