quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Haikai cotidiano



As palavras tão tristes, tão perdidas 
feito balas de verdade
feito bulas de mentiras

Nenhum comentário: