quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Queda livre



Não há tempo para piedade.
Nem para ilusões.
A ampulheta escorreita.
Precisa. Implacável.
A emergência nuclear.
A força da gravidade.
Grave como a queda.
Livre como a morte.


Nenhum comentário: