quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

debaixo do tapete


E quando puxou o tapete
para varrer indiscreta poeira 
descobriu uma cárie no dente do chão, 
cratera sem caráter nem pudor.
Então saiu porta afora,
para rolar a ladeira da vergonha
e cair no mundo cão
-- mas foi de mocassim e desceu de elevador.

Nenhum comentário: