terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Das falanges



Quisera a arte na ponta dos dedos
-- canetas e falanges --
a eternizar mantras de lucidez,
enquanto a massa disforme
deforma em forma de bis
os cânticos mais absurdos
de absurdos imbecis.



Nenhum comentário: