segunda-feira, 28 de março de 2016

Da fé



Deitam palavras escorridas lágrimas.
Silenciosas sílabas.
Olhos de pedra.
Nenhum sangue.
Nenhuma súmula.

A fé é um planeta errante.



Nenhum comentário: