sábado, 28 de maio de 2016

A dúvida




Há dúvida nos seus olhos.
A dúvida se as olheiras são de plástico
e a melancolia, resinada.
Não que tudo isso importe.
Talvez,  mesmo, não conte nada.
Talvez fosse apenas mentira.
Talvez seja um grande mito.
A dúvida dos seus olhos
deve ser apenas impressão.
A impressão digital do seu delito.



Nenhum comentário: