quinta-feira, 19 de maio de 2016

destes dias




São dias cansados, são dias de poucos encantos.
São dias lutados minuto a minuto.
São dias cantiga a cantiga entoadas sem ecos.
São dias de dor, são dias de lágrimas.
São dias de grandes silêncios e silêncios gritantes.
São dias de espelhos quebrados.
São dias de mau humor e de péssimos amores.
São dias de muitos cenários e poucos atores.
São dias de dúvidas e dias de certezas moucas.
São dias de amantes loucas e de loucos amantes.
São dias de louça, são dias de bronzes.
São dias de poucas horas e de tempo perdido.
São dias de francos atiradores.
São dias de palavras exageradas e verbos reflexivos.
São dias minúsculos.
São dias de chuvas imprevistas e de tímidas luzes.
São dias de saúde frágil, são dias sem remédio.
E sem remédio, estes dias remediados estão.
Pode ser que sim, pode ser que não.



Nenhum comentário: