sexta-feira, 29 de julho de 2016

A última noite





Na última noite houve estrelas,
não muitas,
houve estrelas.
Na última noite houve palavras
e silêncios,
na última noite.
Na última noite, o onde
e o quando
comungavam.
Na última noite o lugar era sempre.
Na última noite a hora era ali.
Eram deuses os ponteiros do relógio
na última noite.
Eram homens em movimento.
Eram mulheres em harmonia.
Eram criaturas tomadas de paz
os habitantes da última noite.
Na última noite houve certezas.



Nenhum comentário: