sexta-feira, 29 de julho de 2016

Da parte que me cabe




Que primeira pessoa do singular é essa teimosia,
pretenso poeta, 
pretensa poesia?
Qual a razão para tamanha vaidade,
pretenso poema,
pretensa verdade?
Quantos versos precisos para uma só estética,
pretenso artista,
pretensa poética?
E na fila de tanta dúvida o que é afinal  a arte,
pretenso todo,
pretensa parte?


Nenhum comentário: