quinta-feira, 7 de julho de 2016

Nenhum Tietê



eu me guardo em suas imagens
eu me perpetuo em preto e branco
eu me entrego a memórias amarelas
eu me trago na fumaça dos pensares
eu me mostro em suas lembranças
eu me faço de desentendido por você
eu me vou no leito do rio, nenhum Tietê...



Nenhum comentário: