quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Da pressa



Há uma pressa substantiva.
Uma pressa sem precedente.
Uma pressa desmedida e grave.
Há uma pressa sem revisão.
Uma pressa imperfeita 
e perfeitamente compreensível.
Há uma pressa invisível.
Uma pressa contida e continente.
Uma pressa que escapa às mãos.
Há uma pressa que prende e liberta.
Uma pressa presa e prisão.
Uma pressa em forma de pressão.
Há uma pressa urgente.
Uma pressa a apressar a alma.
Uma pressa a ultrapassar a gente.
Há uma pressa infalível.
Uma pressa competente e eficaz.
Uma pressa com o ontem que não volta mais.

Nenhum comentário: