domingo, 28 de agosto de 2016

Das sombras do dia




Bate o sol da manhã.
É cedo.
Minha sombra me persegue rápida.
Hermes.
Meio dia.
Ao sol.
Minha sombra oprimida.
Prometeu.
Vai a tarde.
Cai o sol.
Minha sombra se desfaz  lânguida.
Quixote.
Vem a noite.
Luminárias brilham céus, multiplicam luzes.
Minhas sombras dançam.
Fantoches.



Nenhum comentário: