domingo, 11 de setembro de 2016

Definitivamente



Então, entre a rua e a lua, 
onde qualquer buraco me engula
a rever a dor que a vida esconde.


Nenhum comentário: