segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Da liberdade



Entro em casa.
Fundo respiro. Expiro.
Livre da poluição.
Tiro o relógio.
Livre das horas.
Tiro o paletó.
Livre do peso.
Tiro a gravata.
Livre da forca.
Tiro a camisa.
O sapato, as meias.
A calça, a cueca.
Livre da armadura.
Tiro a alma.
Livre da poesia. 


Nenhum comentário: