domingo, 6 de novembro de 2016

Amor de espantalhos



Que a loucura persegue o amor se sabe,
tal qual os desatinos em nome dele e
todas as concessões e todos os desvios
e todos os presságios e todos os senões.
E entre a cirúrgica lembrança e o remédio tempo,
distante da rotas razões e de rebotalhos,
surgirá a sobrevivência dos remendos e
a paixão indecifrável dos espantalhos.

Nenhum comentário: