terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Poltronas




Era uma tela e havia um filme.
Fosse romance.
Fosse aventura.
Fosse suspense.
Uma poltrona ocupada.
Um desconhecido.
Uma poltrona vazia.
Uma ausência.
De pouca valia a possibilidade.
Nem final feliz.
Nem final.
Nem a poltrona ocupada.
O vazio é uma sinopse não escrita.

Nenhum comentário: