terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Saudade




Permita-me a vida um dia de saudade.
Dia de lembranças, de recordações.
Horas de viver encontros impossíveis.
Nem espaço nem tempo nem dimensão.
Sem limites, desta vez a vida pode.
O abraço. O carinho. O perfume.
Sensações. Sentidos. Realidade.
Como se alinhavasse a minha história.
Em frases interrompidas.
Em palavras além do amor.
Em livros dedicados e velhos retratos.
Um sabor vivo que dá água na boca.
Estão tão perto os anjos.
Estou certo.
Estão tão junto os anjos...


Nenhum comentário: